Poesia Lírica

Poesia L rica selec o e introdu o por Isabel Pascoal

  • Title: Poesia Lírica
  • Author: Luís de Camões
  • ISBN: 9789725681343
  • Page: 279
  • Format: Paperback
  • selec o e introdu o por Isabel Pascoal
    • ☆ Poesia Lírica || ☆ PDF Read by ↠ Luís de Camões
      279 Luís de Camões
    • thumbnail Title: ☆ Poesia Lírica || ☆ PDF Read by ↠ Luís de Camões
      Posted by:Luís de Camões
      Published :2019-06-03T08:46:47+00:00

    291 Comment

    • Rosa Ramôa says:

      Vós outros, que buscais repouso certoNa vida, com diversos exercícios;A quem vendo do mundo os benefícios,O regimento seu está encoberto;Dedicai, se quereis, ao DesconcertoNovas honras e cegos sacrifícios;Que, por castigo igual de antigos vícios,Quer Deus que andem as cousas por acerto.Não caiu neste modo de castigoQuem pôs culpa à Fortuna, quem somenteCrê que acontecimentos há no Mundo.A grande experiência é grão perigo;Mas o que a Deus é justo e evidenteParece injusto aos homens [...]

    • Joana says:

      "Porque, enfim, tudo passa;Não sabe o Tempo ter firmeza em nada;E nossa vida escassa Foge tão apressada Que quando se começa é acabada."E em lírica camoniana comemoro o dia do livro deste presente ano.

    • Bob says:

      This is an amazing edition, a lovely binding, wonderful translations, a real book for life.

    • Agostinho Barros says:

      Com uma escrita rica em conteúdo, Luís de Camões exalta as ninfas, a beleza Campestre, e canta ao amor que sente pela pátria. Tomando por influências Dante e Petarca, o escritor cria uma literatura nova, que tornou-se marcante ao nível da história de Portugal. Apesar de uma estruturação que pode ser melhorada, Camões é Camões, é clássico, é português, não desilude."Amor é um fogo que arde sem se ver;É ferida que dói, e não se sente;É um contentamento descontente;É dor que [...]

    • Vasco Ribeiro says:

      as duas estrelas não é pela poesia, obviamente, mas pela forma de organizar o livro. Por exemplo os sonetos não estão separados entre estrofes.O livro tem 32 redondilhas (40 páginas, 102 sonetos (41 páginas), 1 écloga à morte de D. António de Noronha (não se percebe se completa, devido ao número de reticências), 1 ode, 1 elegia, 1 canção.

    • Danielroffle says:

      Big pimping.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *